Problemas respiratórios no inverno

Os fatores responsáveis pelo maior desenvolvimento de vírus e bactérias nessa época do ano são diversos - o frio não é o principal responsável. É o que explica o presidente da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai), Fábio Morato Costa: 



“No inverno as alergias respiratórias pioram muito devido às infecções virais frequentes, ao aumento da poluição ambiental, às constantes e bruscas mudanças climáticas, ao ar seco e ao fato de que casacos e cobertores são retirados dos armários depois de muito tempo guardados”.



Apesar de não ser possível se prevenir de algumas formas de infecção, existem muitas iniciativas que podem reduzir a possibilidade de contágio, a começar pela higiene ambiental. Alguns cuidados que devemos ter: manter padrões de limpeza adequados:



- combate à umidade;

- lavar agasalhos e cobertores antes de usar;

- não deixar animais dentro de casa;

- retirar dos cômodos livros ou almofadas que acumulem poeira;

- evitar cigarro no ambiente doméstico e;

- se vacinar contra a gripe.

Crianças pequenas precisam de cuidados especiais

No inverno, é comum que bebês e crianças pequenas sofram com constantes problemas respiratórios. Segundo Campos, o resfriado costuma ser a causa mais frequente de falta à escola entre as crianças. Isso acontece devido à aglomeração dos pequenos, que ainda não têm o sistema imunológico bem desenvolvido, em um ambiente fechado.

Diferentemente da gripe, que conta com uma vacina que reduz bastante a possibilidade de infecção, os resfriados são causados por pelo menos 200 vírus diferentes, e outras formas de prevenção devem ser adotadas. 


Higiene das mãos: as crianças e os adultos devem sempre lavar as mãos em momentos importantes:


– Depois de limpar o nariz, depois de trocar fraldas ou ir ao banheiro, antes de comer e antes de preparar comida. O uso de desinfetantes com base alcóolica nas mãos é efetivo e seguro. Deve-se usar toalhas de papel para secar as mãos.

- Desinfetar as superfícies tocadas frequentemente (torneiras, cobertores) com um desinfetante comprovadamente efetivo.

- Evitar creches com aglomeramento de crianças nas salas. Frequentar uma creche onde há até 6 crianças por sala reduz drasticamente o contato com germes.


FONTE: http://www.iff.fiocruz.br/index.php/8-noticias/43-infeccoes#:~:text=Durante%20o%20inverno%2C%20%C3%A9%20comum,imunocomprometidos%20s%C3%A3o%20os%20mais%20afetados.



manda_med_novo_png.png

Contato

51 99648.3794

contato@mandamed.com.br

R. Rubem Berta, 38 - Vila Nova, Novo Hamburgo - EXO HUB Coworking

R. Cândido Silveira, 198 - Auxiliadora, Porto Alegre - RS, 90540-010 

Receba novidades e promoções

  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social

Manda Med / Porto Alegre - RS - CNPJ: 36.056.725/0001-49 - Entregas das 08h - 18h